Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

05 de setembro de 2011 | 00h00

Curiosidades dos distintivos de SP

Por que o uniforme do Juventus (reproduzido ao lado) é grená? Por que o distintivo da Portuguesa de Desportos ostenta uma cruz? Quem desenhou o escudo do Corinthians? Qual a explicação para as oito estrelas do símbolo do Palmeiras? E as duas estrelas amarelas no topo do distintivo do São Paulo?

Esses cinco clubes paulistanos - e suas histórias - estão entre os 358 presentes no recém-lançado livro Os Distintivos de Futebol Mais Curiosos do Mundo, de autoria do geógrafo Luiz Fernando Bindi e do engenheiro e jornalista José Renato S. Santiago Jr.

Vamos às explicações. O clube da Mooca foi fundado pela empresa de um imigrante italiano, Rodolfo Crespi. A ideia era homenagear a cidade de Turim - por isso, Juventus: homônimo de um grande clube de lá. A cor grená homenageia o outro time da cidade italiana, o Torino. A cruz verde no centro do distintivo da Portuguesa é o símbolo de uma ordem de cavaleiros portugueses - a Ordem de São Bento de Avis. O escudo do Corinthians foi desenhado pelo ex-jogador (e artista plástico) Francisco Rebolo Gonsales.

As oito estrelas do Palmeiras aludem ao mês de agosto, quando o clube foi fundado. As duas estrelas amarelas do distintivo do São Paulo homenageiam os recordes mundiais no salto triplo do paulistano Adhemar Ferreira da Silva.

OLHA SÓ...

Influência alemã. Os engenheiros Victor Freire (1869-1951) e Francisco Prestes Maia (1896-1965) aparecem no recém-lançado Anuário Martius-Staden, 2011 como grandes responsáveis pela aplicação de conceitos do urbanismo alemão na capital paulista.

Obras. Entre 1907 e 1911, Freire concebeu um plano para a região central da cidade - adotado, por exemplo, na urbanização do Vale do Anhangabaú. Prestes Maia ficou conhecido por publicar, em 1930, o Plano das Avenidas - em partes aplicado durante sua gestão

à frente da Prefeitura de São Paulo, entre 1938 e 1945.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.