Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

11 Julho 2011 | 00h00

FAUNA URBANA

Conhece os bichos paulistanos?

Engana-se quem pensa que, por se tratar de uma cidade grande, não existem bichos selvagens na capital paulista. De acordo com o livro Guia Para Mamíferos da Grande São Paulo, de Ana Lúcia Auricchio e Paulo Auricchio, existem cerca de 160 espécies de mamíferos na metrópole. Muito mais do que cães e gatos comuns nos pet shops.

Um dos mais surpreendentes exemplos é a suçuarana. Também conhecido como onça-parda, o felino chega a pesar 80 quilos e pode ser encontrado no Parque Estadual da Serra do Mar, na zona sul. No ano passado, em eleição promovida pela Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, o animal foi eleito "símbolo de São Paulo". Outros bichos paulistanos são o caxinguelê, um tipo de esquilo avistado em parques urbanos, e o morcego das frutas, que voa pelas regiões centrais da cidade - mas não se alimenta de sangue, apenas de néctar de flores, insetos e frutas.

Velhos tempos do parque

No início do século 20, o Parque da Aclimação era um zoológico. Os visitantes podiam montar em um camelo e serem fotografados. O zoo pertencia ao médico, político e fazendeiro Carlos Botelho (1855- 1947).

INTERROGAÇÕES

Qual o parque mais movimentado de São Paulo?

O Parque do Ibirapuera, que chega a receber 150 mil pessoas por fim de semana. Sua área total chega a 1,5 milhão de m².

Quando ele foi inaugurado?

Em 21 de agosto de 1954, como parte das comemorações do quarto centenário de São Paulo, que se estenderam ao longo de todo aquele ano.

O que significa Ibirapuera?

O nome significa "árvore apodrecida" em tupi-guarani. Vem de uma antiga aldeia indígena que ocupava a região no início da colonização. Isto porque a área era alagadiça, com solo de várzea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.