Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

07 Fevereiro 2011 | 00h00

NOVAMENTE EM CARTAZ?

Um projeto para o velho Cine Ipiranga

Se depender dos planos da Secretaria Municipal de Cultura, o velho Cine Ipiranga - inaugurado em 1943, na homônima avenida, no centro, com projeto do arquiteto Rino Levi (1901-1965) - será o segundo cinema público da capital. O outro é o Olido, na Avenida São João, também no centro. O Ipiranga, cuja fachada foi tombada em 1992 e os elementos internos há dois anos, foi declarado de utilidade pública pela Prefeitura em junho do ano passado. Agora está em andamento o processo de desapropriação.

O antigo Ipiranga reside na memória dos cinéfilos paulistanos ao lado de outras salas icônicas como o Cine Metro e o Cine Art Palácio. O empreendimento não se resumia ao cinema: contava também com um hotel de 22 andares, o Excelsior.

Assim como outras salas projetadas por Levi, o Cine Ipiranga tinha uma caprichosa parábola acústica e minucioso acabamento de iluminação. O fio condutor de sua arquitetura era presente em todos os elementos, como forros, guarda-copos, sala de espera e escadas. Nenhum filme é exibido no velho cinema desde fevereiro de 2005.

INTERROGAÇÃO

Por que o bairro do Brás tem esse nome?

De acordo com o livro Brás - Sotaques e Desmemórias, de Lourenço Diaféria, há três versões para o batismo da região. Uma delas diz que se trata de abreviatura de Brasilino, em alusão à Chácara do Brasilino, terras do filho da Marquesa de Santos localizadas naquela área. "Outra explicação: Brás foi homenagem ao desbravador Brás Cubas, cujas terras, vastas, chegavam até o Tatuapé", diz o livro. A terceira versão diz que se trata de homenagem ao mais antigo chacareiro da região, o português José Brás, que em 1806 foi nomeado cabo com a incumbência de supervisionar uma grande obra pública então feita ali: um aterrado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.