Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2010 | 00h00

DE ONDE VÊM OS GRINGOS

Maior parte é dos Estados Unidos

De acordo com a SPTuris, empresa de turismo e eventos da cidade de São Paulo, a maior parte dos turistas estrangeiros que visitam a cidade vem dos Estados Unidos. Atualmente, os americanos representam 19,2% dos gringos que passam pela capital paulista. Em segundo lugar no ranking aparecem nossos hermanos argentinos, com 8,9% do total.

Para o diretor de Turismo e Entretenimento da empresa, Luiz Sales, são duas explicações para essa predominância. "Há uma atividade econômica muito forte entre o Brasil e esses países, além de uma boa oferta de voos entre eles", pontua.

Dados da SPTuris mostram que São Paulo recebeu número recorde de turistas no último ano: 11,3 milhões de visitantes - 2,7% a mais do que em 2008. Desse total, 1,6 milhão são estrangeiros.

Entre os 9,7 milhões de turistas nacionais, a maior parte vem do Rio, seguida pelos paranaenses e mineiros. Do interior paulista, lideram o ranking as cidades de Campinas, próxima à capital, Ribeirão Preto e Bauru.

INTERROGAÇÕES

Em que tipos de mercadorias os turistas mais gastam na cidade?

Os brasileiros preferem roupas (32,5%), livros (15,2%) e artigos de perfumaria (7,6%). Os estrangeiros que vêm para cá também gastam mais com roupas (31,5%), mas em segundo lugar aparecem os brinquedos (10,6%), seguidos pelos artigos de perfumaria (9,8%).

Quanto tempo eles costumam ficar em São Paulo?

Turistas domésticos permanecem, em média, por 3,3 dias. Já os estrangeiros ficam mais (5,3 dias, em média). O primeiro grupo costuma gastar de R$ 1,6 mil a R$ 3,5 mil por pessoa; os de fora do País deixam em São Paulo, cada um, de R$ 2 mil a R$ 5 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.