Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2010 | 00h00

QUEIMOU... E AGORA?

Quer reciclar suas lâmpadas velhas?

Não é fácil a vida do paulistano que, preocupado com o meio ambiente, quer dar um destino correto às lâmpadas fluorescentes queimadas. A Prefeitura se apoia em uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente - que obriga os fabricantes a recolher o produto, que contém o perigoso mercúrio em seu interior - para não receber o material em nenhum ponto de coleta de recicláveis.

De acordo com a Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação, algumas redes de supermercados e lojas de produtos de construção vêm recebendo as lâmpadas queimadas - na reciclagem, vidros, alumínio e pinos de latão podem ser reaproveitados e o pó de fósforo, já livre do mercúrio, tem utilidade em fábricas de cimento ou asfalto.

Também é possível recorrer a serviços especializados na coleta - mas eles cobram, em média, R$ 0,80 por lâmpada e só topam fazer o serviço em larga escala. Ou seja: contratá-los só vale a pena para grandes empresas ou condomínios. Quem disse que é tarefa simples bancar o ecologicamente correto?

Só São Paulo tem...

A capital da gastronomia conta com

12,5 mil restaurantes

52 tipos de cozinhas

500 churrascarias

15 mil bares

3,2 mil padarias

1,5 mil pizzarias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.