Paulistices

Curiosidades da metrópole

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2010 | 00h00

PARQUES

Os shows da periferia

Shows musicais, apresentações de dança, espetáculos teatrais... Desde o início do mês - em uma programação que vai até novembro - artistas paulistanos colocaram os parques da periferia na agenda. Trata-se do projeto Cultura nos Parques, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura. "Há poucas cidades no interior paulista que são tão carentes e demandam tanto como a periferia de São Paulo", acredita o secretário de Cultura, Andrea Matarazzo. "Com o projeto, estamos criando público, criando plateias."

Por enquanto, a iniciativa se restringe a quatro parques: Vila do Rodeio (Cidade Tiradentes), Santo Dias (Capão Redondo), Carmo e Raul Seixas (ambos em Itaquera). Mas a secretaria promete, em breve, expandir para outros endereços.

No sábado, o cantor e compositor Passoca (foto) relembrou Adoniran Barbosa (1910-1982) em show no Parque Santo Dias. Integram ainda a programação do projeto a trupe do Circo Vox, o grupo de forró Trio Virgulino, as companhias de atores Circo Teatro Tubino, Pia Fraus e Parlapatões, entre outros artistas. Todas as atrações, que ocorrem sábados e domingos, são gratuitas. O site http://migre.me/1kL8n divulga a programação.

Livros voadores. Curiosa instalação na entrada da Biblioteca Monteiro Lobato (Rua General Jardim, 485) divulga exposição, em cartaz até 30 de novembro, de capas de livros infantis publicados entre 1910 e 1960

OLHA SÓ...

Massao Ohno. Evento marcado para as 18h de hoje, na Biblioteca Mário de Andrade, discute a obra do editor de poesia Massao Ohno, morto em junho. O encontro, que terá a participação de poetas como Renata Pallotini e Claudio Willer, marca o início do projeto de formação da Coleção Massao Ohno na biblioteca.

Bate-papos literários. Por falar em biblioteca, na sexta foi reativado um projeto - dos anos 80 - que promove bate-papos entre autores e leitores. Pelo cronograma, o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso e 34 bibliotecas da cidade recebem a visita de 11 escritores - entre eles, Marcelino Freire e Eva Furnari.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.