Paulistices - Curiosidades da metrópole

SETEMBRO

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2010 | 00h00

O mês dos eventos curiosos em SP

A conclusão é do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB), fundação privada com propósito de divulgação turística: setembro é o mês campeão de eventos curiosos na cidade. Dos 160 agendados para ocorrer nesta época, 10 têm temas para lá de inusitados. "A diversidade de São Paulo é tamanha que aqui é possível congregar qualquer tipo de assunto", afirma o diretor superintendente do SPCVB, Toni Sando. "A cidade tem espaço para todos os tipos de tribos."

Na agenda do mês há congresso de pedagogia espírita, feira de produtos para controles de pragas, exposição de azeites e azeitonas, congresso de pesquisa bíblica, fórum de qualidade das farinhas de carne e ossos e exposição de sucata, entre outros.

O diretor do SPCVB lembra que, mesmo que os eventos sejam muito específicos e atraiam um público restrito, todos têm importância inquestionável para a economia paulistana. "A soma dos pequenos é que faz uma São Paulo maior. Somos uma cidade que tem espaço tanto para eventos com dez pessoas como para eventos que trazem público de 1 milhão", garante Sando. "Há eventos que reúnem 50 pessoas, mas, pela importância do tema, dão uma visibilidade internacional para a capital paulista."

INTERROGAÇÕES

Por que São Paulo é considerada a capital sul-americana das feiras de negócios?

Porque é sede de 90 mil eventos por ano, contando os privativos

de empresas - média de um a cada 6 minutos.

Em nível nacional, o que isso representa?

A fatia corresponde a 75% dos eventos do gênero no País. Das 172 grandes feiras ocorridas no Brasil, 120 são realizadas em São Paulo.

Qual a consequência disso?

Arrecadação anual de R$ 2,9 bilhões por ano e a criação de 500 mil empregos diretos e indiretos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.