Paulistano poderá emprestar bicicletas com Bilhete Único

Integração entre os postos de bicicletas e o cartão de transporte público já foi testada em três estações

Fabio Leite, O Estado de S. Paulo

03 Dezembro 2013 | 23h54

O sistema de empréstimo de bicicletas na capital paulista, que já conta com mais de 155 mil usuários cadastrados, será integrado ao Bilhete Único. A Prefeitura de São Paulo publicou ontem um termo de cooperação com as empresas que operam o serviço para permitir a liberação das 1.300 bicicletas disponíveis na cidade também por meio do cartão de transporte público.

Na prática, bastará o usuário aproximar seu cartão do validador numa das 132 estações para liberar a bicicleta. Hoje, a liberação é feita através do telefone celular. Se a viagem durar além dos 30 minutos gratuitos, o valor continua a ser descontado do cartão de crédito fornecido pelo usuário no momento da adesão ao programa.

A integração do projeto "Bike Sampa" com o Bilhete Único será feita gradualmente. A relação das estações nas quais a nova tecnologia será implementada está sendo definida em conjunto com a São Paulo Transportes (SPTrans). Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a ideia é que até o fim de janeiro de 2014 todos os 132 pontos de retirada e devolução de bicicletas já estejam integrados.

O sistema já foi testado por dois meses nas estações Parque Trianon, Shopping Eldorado e Shopping Santa Cruz para avaliar a aceitação dos usuários. "Os dados obtidos mostraram que 20% dos empréstimos realizados foram feitos com a utilização do Bilhete Único", informou a CET. Segundo a empresa, o projeto terá 3 mil bicicletas em 300 estações até o fim de 2014.

Mais conteúdo sobre:
bilhete únicobicicleta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.