Paulistano antecipa retorno do feriado PIORES HORÁRIOS

Movimento nas estradas começou cedo, com trânsito intenso o dia todo; no litoral norte, motorista enfrentava fila em trechos urbanos

O Estado de S.Paulo

02 Janeiro 2013 | 02h02

O trânsito de retorno dos paulistanos que passaram o réveillon no litoral de São Paulo começou logo cedo e foi intenso durante todo o dia de ontem nas rodovias que dão acesso à capital.

A Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que liga a Praia Grande a Cubatão, foi a mais complicada, com 35 km de filas às 22h. Na Imigrantes, havia 7 km de lentidão. A Anchieta tinha fluxo normal e era a melhor opção.

Segundo a Ecovias, saíram de São Paulo com destino ao litoral desde o último dia 27 cerca de 560 mil veículos. Como já retornaram para a capital perto de 370 mil automóveis, a estimativa da companhia é que outros 190 mil voltarão até a meia noite de hoje.

No litoral norte, o motorista primeiro precisou ter paciência para se deslocar pela Rio-Santos, que corta os municípios de Caraguatatuba, Ubatuba e São Sebastião, para somente depois subir a serra.

Trechos normalmente percorridos em 15 minutos eram completados ontem em uma hora. O pior trecho foi no trevo de Caraguatatuba, que dá acesso à Rodovia dos Tamoios. O local recebe todo o fluxo de carros vindo de São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela. No trecho de serra da Tamoios, foram registrados vários pontos de parada, assim como no trecho entre Paraibuna e Jambeiro, que só tem uma pista devido às obras de duplicação.

Em Ubatuba, a Rodovia Oswaldo Cruz também teve tráfego pesado para quem se dirigia a Taubaté e outras cidades do Vale do Paraíba. A Rodovia Mogi-Bertioga, que recebe parte do fluxo proveniente da região sul de São Sebastião, teve lentidão no trecho de serra. Em Ilhabela, a fila da balsa atingiu quase dois quilômetros, com espera de mais de 2h.

Chuva. Motoristas enfrentavam lentidão e chuva na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116). No km 424, em Registro, uma faixa estava interditada para obras e o trânsito afunilava, gerando três quilômetros de lentidão. No km 364, em Miracatu, a passagem da pista dupla para a simples provocava redução de velocidade. / JOSÉ MARIA TOMAZELA, THIAGO LASCO e REGINALDO PUPO, ESPECIAL PARA O ESTADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.