Paulista vive mais tempo com os pais

A pesquisa também revelou curiosidades. Um em cada sete paulistas, por exemplo, continua a morar com os pais depois dos 30 anos. Entre os cearenses na Região Metropolitana de São Paulo, esse índice é de apenas 1%.

O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2011 | 03h01

Segundo os especialistas, esse apoio familiar maior proporciona aos paulistas mais possibilidades de formação e inserção profissional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.