Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Paulista deve evitar pegar a estrada hoje das 14h às 23h

Segundo concessionárias que operam as principais rodovias do estado, o pico deve ser registrado entre 16h e 20h

O Estado de S.Paulo,

27 Dezembro 2013 | 09h46

A tarde e a noite de hoje deve ser marcado por forte movimentação nas rodovias paulistas. Segundo as concessionárias responsáveis pela administração das principais estradas que ligam São Paulo ao interior e ao litoral, o motorista deve evitar a viagem das 14h às 23h, com pico estimado entre 16h e 20h.

A ideia é fazer com o que o motorista evite situações como as observadas ontem, quando se registrou tráfego intenso sobretudo nos pontos de acesso às praias paulista. Turistas que programaram passar as festas de fim de ano em Ilhabela, no litoral norte, enfrentaram ontem entre quatro e cinco horas de fila para embarcar em uma das quatro balsas que fazem a travessia entre São Sebastião e o arquipélago.

A fila tomou conta das ruas do centro de São Sebastião, provocando caos no sistema viário.

"Estou com duas crianças no carro que estão agoniadas com tanta demora", disse a personal trainer Luciana Marques, de 25 anos. "Entrei na fila às 14h30 e somente agora estou chegando próximo ao pedágio", afirmou o empresário Ricardo Picollo, de 39 anos, às 18h de ontem.

O casal de namorados Aírton Gomes de Souza, de 22 anos, e Eliandra Machado, de 19, cansou de esperar. "Vamos dormir em alguma pousadinha em São Sebastião e tentar atravessar amanhã (hoje) cedo, quando acreditamos que o movimento será menor", disse Souza.

A Dersa, que administra a travessia, havia prometido operar com cinco balsas na temporada. Aproximadamente 500 mil veículos devem fazer o trajeto entre São Sebastião e Ilhabela durante a temporada, segundo a administradora do sistema.

Entre as rodovias, a situação era mais complicada no Sistema Anchieta-Imigrantes. Por causa de acidentes e do volume de veículos, o congestionamento sentido litoral chegou a 11 km ontem à tarde.

O tráfego também era intenso no complexo Carvalho Pinto/Ayrton Senna e Rodovias Presidente Dutra e Tamoios, principal via para chegar a Caraguatatuba. A expectativa é de que 3,7 milhões de veículos deixem a capital - quase 20% mais que o volume registrado no Natal.

Sábado. Amanhã também são esperados congestionamentos nas saída da capital. Segundo as concessionárias, o tráfego deve ser intenso do início da manhã ao começo da noite, entre 7h e 19h, com pico entre 8h e 14h.

A Polícia Rodoviária Estadual reduziu as folgas para reforçar a fiscalização, principalmente do excesso de velocidade. Os sistemas de monitoramento vão ajudar os policiais a coibir o uso de celulares por motoristas, apontado como causa relevante de acidentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.