Paulista, a avenida que virou casa de Papai Noel

Considerada como uma das principais da cidade, ela já recebe até turistas para ver seu Natal

Felipe Branco Cruz, Jornal da Tarde

07 Dezembro 2008 | 13h26

Isabela, de apenas um ano, sorri a cada movimento do boneco de Papai Noel. Ele enfeita a fachada do banco Itaú Personnalitè, na Avenida Paulista. "Está tudo muito iluminado, cheio de movimento e música. A Isa fica deslumbrada", diz a estudante Marcilene da Silva, de 21 anos, mãe de Isabella. Moradora de Poços de Caldas (MG), a estudante veio para a cidade para passar as festas de fim de ano na casa da irmã. "Saímos hoje só para ver a decoração de Natal da cidade." Mãe e filha estavam passeando pela Avenida Paulista, que este ano recebeu tanto da prefeitura quanto da iniciativa privada decorações dignas das grandes metrópoles do mundo.  "A cada Natal, a Paulista fica cada vez mais enfeitada. Nosso objetivo, no futuro, é deixar a avenida totalmente iluminada, transformando-se em um grande destino turístico natalino", diz Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris. Nem todos os prédios foram iluminados, os lugares mais enfeitados estão concentrados entre a Consolação e o Parque Trianon. Para quem for visitar, uma dica: chegue cedo, shows musicais de corais geralmente começam às 19hs. Para facilitar, o JT visitou a Paulista e, aqui, indica os melhores pontos. Próximo à Consolação, foi montada uma árvore de doze metros de altura e que pesa quase três toneladas produzida com garrafas PET e alumínio de latinhas. O projeto, assinado pelo artista plástico Eduardo Srur, está equipado com fotocélulas que capturam energia solar durante o dia e acendem as luzes da árvore durante a noite. Pela cidade outras nove árvores como essas também já foram montadas. À noite, os visitantes são convidados a deixarem bilhetes com recados na base da árvore. Seguindo pela avenida, o casarão do Itaú Personnalitè, no n. 1.811, impressiona pela riqueza de detalhes e tecnologia. De tempos em tempos, bonecos animados do Papai e da Mamãe Noel começam a se mexer cantando músicas natalinas. "Ficamos deslumbrados", diz o militar da reserva, Telmo Alburquerque, de 57 anos. Junto com a esposa e as duas filhas, ele veio do Rio de Janeiro para passar uma semana na cidade. Não são só turistas que se impressionam com a decoração. Segundo o presidente da SPTuris, Caio Carvalho, a crise internacional fez com que muitos paulistanos não viajassem no Natal. "O turismo de compras cresceu neste fim de ano", diz. É o caso, por exemplo, do casal Alexandre Pena, de 39 anos, e Luciane Araújo, de 33, moradores da Zona Sul. Pena trouxe a filha Isabela, de um ano, para ver a decoração. "Minha esposa trabalha aqui na Paulista. Viemos encontrá-la na saída do trabalho e aproveitamos para ver a decoração." Pai, mãe e filha tinham acabado de ver a decoração do Itaú e seguiam para o Real.  No meio do caminho, entre um banco e outro, os turistas poderão se ver também com a decoração do Masp e do Parque Trianon. Na fachada do Masp, a partir de sexta, das 20h às 3h da manhã, serão projetadas em alta definição imagens de obras do acervo. O Parque Trianon, em frente ao museu, está com várias de suas árvores iluminadas. Hoje e também nos dias 13, 14, 20 e 21 de dezembro, serão feitas duas apresentações de corais, às 19h30 e 20h30. Ainda no parque acontece o projeto Silent Disco Noel, onde um DJ distribuirá fones para uma balada silenciosa. O projeto acontecerá nos dias 12, 13, 19 e 20, das 18h às 23h. Seguindo em frente, estão as decorações dos bancos Real e Bradesco. A fachada do Bradesco está enfeitada com uma árvore de natal gigante e um trenzinho com o bom velhinho no comando. De segunda a sexta, às 13h e 19h, e nos sábados e domingos, às 19h, o coral da Fundação Bradesco se apresenta em um cenário especialmente montado. Ao lado, dentro do Banco Real, foi montado um imenso cenário com pinheirinhos e duendes. O cenário, no entanto, só fica aberto durante o horário de expediente do banco. À noite só é possível ver a decoração externa. Durante o dia, sempre às 12h das sexta-feiras, em frente ao banco Panamericano, esquina com a Hadock Lobo, serão apresentados gratuitamente concertos do grupo Allegro Coral e Orquestra. Passeio com os olhos Os principais pontos turísticos de São Paulo também já estão iluminados para o Natal. Neste ano, o principal diferencial será o uso da tecnologia que transformará prédios em grandes telões. Além do Masp, serão projetadas imagens em alta definição no Edifício Matarazzo e no Teatro Municipal. Na zona sul, a ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira foi toda iluminada por mais de 80 estrelas, formando uma imensa árvore de Natal com 100 metros de altura. Cada estrela tem quatro metros e brilhará nas cores verde, branco e azul. Além disso, mais de 500 árvores nas avenidas Pacaembu, Brasil, Nove de Julho e parte da Rebouças, Faria Lima e Brás Leme receberão iluminações natalinas. Quem passar pelo Parque do Ibirapuera poderá ver também a Árvore da Cidade, que pesa mais de 240 toneladas e tem 70 metros de altura (equivalente a um prédio de 24 andares) por 31 de diâmetro. Ainda no Parque, diariamente serão realizadas apresentações multimídia na fonte do Ibirapuera. Patrocinado pelo grupo Pão de Açúcar, as apresentações acontecerão duas vezes por dia, das 20h30 às 21h e das 21h10 às 21h40. Para compor o cenário ao redor do lago, todas as árvores foram enfeitadas.

Mais conteúdo sobre:
NatalSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.