Pátio Higienópolis é multado em R$ 1,5 mi

Shopping pode ser até lacrado no dia 27

O Estado de S.Paulo

14 Julho 2012 | 03h03

A Prefeitura de São Paulo multou em mais R$ 1,5 milhão o Shopping Pátio Higienópolis, na região central de São Paulo. O empreendimento não entregou os documentos exigidos até as 18 horas de ontem e agora poderá ser lacrado no dia 27.

Com a autuação, o espaço já acumula R$ 3,3 milhões em multas desde o mês passado, quando passou a ser fiscalizado, após denúncias de pagar propinas ao ex-diretor do Departamento de Aprovação de Edificações, Hussain Aref Saab.

Na segunda-feira, o centro de compras será notificado pela última vez a fornecer a documentação. Caso não obedeça, será fechado em dez dias.

O principal motivo do questionamento é a falta de vagas de estacionamento suficientes para atender às exigências da legislação. A fiscalização só começou após Daniela Gonzales, ex-diretora financeira da Brookfield Gestão de Empreendimentos (BGE) - empresa sócia do shopping. O empreendimento não comentou mais essa multa.

Mais investigados. Além da BGE, o Ministério Público também investiga a atuação dos outros sócios do shopping no suposto esquema de pagamento de propinas. A suspeita é de que mais acionistas do empreendimento sabiam das irregularidades das quais o shopping é acusado e também teriam concordado em pagar suborno.

O shopping também não comentou a investigação. /A.R., M.G. e R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.