Pastor acusado de abuso é preso no Rio

O americano Kenneth Craig, acusado de abusar sexualmente de dois adolescentes nos Estados Unidos, foi preso ontem na zona oeste do Rio.

Clarissa Thomé / RIO, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2011 | 00h00

Ele vivia no Brasil nos últimos 10 anos, onde usava nomes falsos e se fazia passar por professor de inglês e músico. A fuga do americano para o Rio foi tema do programa policial America"s Most Wanted, da TV americana. A história também foi mostrada no Fantástico, no domingo.

Craig era pastor e vivia na Flórida, quando foi preso em flagrante com dois adolescentes em um motel, em outubro de 1998. De acordo com a acusação, ele filmou as relações sexuais para vender as imagens na web.

Ele fugiu para o Brasil depois que a namorada pagou a fiança. Em 2008, o pastor chegou a ser preso no Rio e foi pedida a extradição dele, mas o governo dos EUA não forneceu os documentos requisitados pelo STF e Craig foi libertado.

Em uma parceria com o governo americano, o Disque-denúncia ofereceu R$ 15 mil de recompensa por informações do criminoso. Um telefonema levou os agentes da Polícia Federal à Barra da Tijuca, ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.