'Passei a manhã atrás de notícias'

Depoimento de Fabiano Faria Santo, de 36 anos, empresário:

O Estado de S.Paulo

21 Maio 2013 | 02h01

 

"Ainda não sei muita coisa sobre o que aconteceu com meus pais. Tudo o que sei é que eles estavam no balão que bateu e caiu na Turquia. Eles tinham viajado para lá na semana passada.

Fiquei atrás de informações sobre o estado de saúde deles praticamente a manhã toda. Um funcionário da Embaixada do Brasil na Turquia me ligou e disse que eles tinham se acidentado e estavam em hospitais diferentes. Levou um bom tempo para descobrir que meu pai (Wagner Ferreira Santo, de 59 anos) quebrou as pernas e que minha mãe (Rosana Faria Santo, de 58) teve fraturas no quadril.

Liguei para o hospital e me disseram que ela passou por uma cirurgia. O importante é que os dois não correm risco de vida. Mesmo assim, quero ver se consigo trazê-los para cá o mais rápido possível.

Comprei uma passagem para a Capadócia, o mais cedo que pude, e estou indo para lá com a cara e a coragem. Vou embarcar às 19h (de ontem). Nem sei direito, ainda, onde ficam os hospitais para onde eles foram levados e estou um pouco receoso porque lá ninguém fala português."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.