Passageiros são impedidos de descer de avião em Viracopos

Acordo entre Infraero, PF e empresas aéreas impediu desembarque de passeiros em vôos internacionais

Solange Spigliatti, estadao.com.br

05 de junho de 2008 | 15h24

Por conta do forte nevoeiro que atingiu a região de Guarulhos, na Grande São Paulo, cerca de 16 pousos, entre eles um internacional, foram transferidos para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo, nesta quinta-feira, 5. Os passageiros do vôo 028, da companhia aérea Taca, procedente de Lima, no Peru, que pousou em Viracopos por volta das 5h30, não puderam desembarcar no aeroporto.   Veja também: Neblina prejudica operações no aeroporto de Cumbica   Segundo informações da companhia, os passageiros de vôos internacionais não foram liberados para descer em Viracopos, devido a um acordo entre as empresas aéreas, Polícia Federal e a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero).   De acordo com a assessoria da Infraero em Viracopos, não há registro desse acordo e o motivo para que os passageiros ficassem retidos dentro do avião foi a não solicitação por parte da empresa aérea Taca para o desembarque dos passageiros vindos de Lima, procedimento comumente realizado para que os passageiros sigam viagem terrestre de volta para São Paulo.   O vôo da Taca já retornou a Guarulhos, por volta das 10h15, após a liberação dos pousos no Aeroporto de Cumbica, segundo a companhia aérea. Não foi possível contatar a Polícia Federal de Viracopos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.