Passageiros esperam bagagem por quase 2 horas em Cumbica

Paralisação no serviço terceirizado de descarregamento teria causado o transtorno, segundo funcionários da companhia

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2014 | 11h42

SOROCABA - Passageirosde pelo menos quatro voos domésticos da companhia aérea Gol que desembarcaramna noite de sexta-feira no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos,tiveram as bagagens restituídas apenas na madrugada deste sábado, 18. A esperanas esteiras rolantes foi de quase duas horas. Funcionários da empresainformaram que o problema decorria de uma paralisação no serviço dedescarregamento por terceirizados da Swissport.

O problemaafetou passageiros que chegaram em voos procedentes de Florianópolis, Curitiba,Maceió e Brasília. No caso do voo 1933, de Curitiba, os passageiros já haviamsofrido atraso de uma hora no embarque. O avião, que deveria pousar 22h30,chegou às 23h20. De acordo com funcionários da Gol, não havia equipe pararetirar as malas da aeronave e o serviço precisou ser improvisado. Issoacarretou confusão na disposição das bagagens nas esteiras. Várias malas caíramno vão entre os equipamentos.

O despachanteRoberto Linhares, que chegou de Maceió, pegaria um ônibus para Marília,interior paulista, à meia-noite, mas à 0h30 continuava à espera da bagagem. Elee outros passageiros protestaram contra o descaso e a falta de informações. Aassessoria de imprensa da Gol informou que houve uma lentidão no serviço debagagens e pediu desculpas pelo transtorno causado aos passageiros. A empresainformou ainda que está atuando junto à Swissport para manter a qualidade doserviço. A gerência da Swisspar em Guarulhos também foi contatada e nãoretornou.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroporto de CumbicaGolSwissport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.