Passageiros e funcionários se desentendem em trem da CPTM

Vigilantes envolvidos foram afastados do trabalho; investigação foi aberta para apurar as responsabilidades

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

28 de junho de 2010 | 08h43

SÃO PAULO - Um grupo de passageiros e funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) provocaram um tumulto em uma das composições da empresa neste sábado, 26.

 

Segundo a CPTM, por volta das 11h30, um grupo de usuários que se comportava de maneira inadequada no interior de um trem na Linha 8 - Diamante (Júlio Prestes- Itapevi) foi repreendido por duas vigilantes que solicitaram ao grupo para que não incomodassem os demais passageiros que viajavam na composição.

 

Os passageiros não atenderam aos pedidos e foi solicitado ao grupo que desembarcasse na estação Osasco. O fato gerou um desentendimento entre membros do grupo e outros vigilantes que prestavam serviço na estação e todos foram levados para o 5º DP de Osasco.

 

De acordo com a CPTM, os vigilantes envolvidos na ocorrência foram afastados do trabalho. Uma investigação interna foi aberta pela empresa para apurar as responsabilidades.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTMSão Paulotremdesentendimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.