Passageiro removido de trem ganha indenização

A SuperVia foi condenada pela Justiça do Rio a pagar R$ 6 mil de indenização por ter retirado indevidamente um passageiro de um trem. A decisão é dos desembargadores da 1ª Câmara Cível. Tiago de Jesus ia para o trabalho quando foi arrancado de dentro do vagão por seguranças da concessionária, sob a alegação de que estava obstruindo o fechamento das portas. Segundo a desembargadora Maria Augusta Vaz de Figueiredo, a concessionária não apresentou provas que comprovassem o justo motivo para a retirada de Tiago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.