Passageiro de transatlântico que caiu no mar era de São Paulo

Navio MSC Fantasia se preparava para iniciar um cruzeiro para Salvador, na Bahia

Zuleide de Barros - ESPECIAL PARA O ESTADO,

10 de fevereiro de 2013 | 19h11

SANTOS - Até a noite deste sábado, a Capitania dos Portos e o Grupamento de Bombeiros mantinham buscas nas proximidades do Armazém 32, com o objetivo de localizar o corpo do arquiteto Luciano de Lucca, de 30 anos, que caiu no mar no final da tarde de sábado, enquanto o navio MSC Fantasia se preparava para iniciar um cruzeiro para Salvador (BA), com escalas em Búzios e Ilha Grande, no Rio de Janeiro. Luciano morava no bairro de Água Branca, na capital.

Por conta do acidente, o navio teve a sua partida, que estava prevista para as 18 horas, retardada para o início da madrugada de ontem. A cabine do arquiteto, que viajava com um grupo de amigos, foi lacrada pela Polícia Federal para investigação. O capitão dos portos, Marcelo Ribeiro de Souza, afirmou que é prematuro falar em morte. "Vamos intensificar as buscas para tentar localizá-lo", disse.

As circunstâncias do desaparecimento estão sendo investigadas pela Capitania dos Portos e pela Polícia Federal. O que se sabe é que o rapaz caiu do 11º andar do navio, por volta das 18h30, durante manobra de desatracação do transatlântico. Estava hospedado na cabine 11.063, com varanda direcionada para o canal do estuário. Os amigos do arquiteto desembarcaram em Santos e não prosseguiram a viagem.

De acordo com o comandante do Fantasia, a queda do rapaz foi flagrada por outros passageiros que se encontravam no lado esquerdo da embarcação.Um tripulante teria lançado uma boia salva-vidas e abaixado um bote de emergência, objetivando o resgate, que não foi possível ser feito, porque a vítima logo desapareceu nas águas. Existe a hipótese de ele ter sido sugado pela hélice. Sábado foi um dia de intenso movimento no Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, com a atracação de oito navios, registrando a passagem de 37 mil pessoas pelo cais.

Tudo o que sabemos sobre:
transatlânticoSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.