Passa a valer multa de R$ 100 mil para companhia de gás por explosão de bueiro

O juiz da 4.ª Vara Empresarial, Mauro Pereira Martins, homologou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre o Ministério Público do Estado (MP-RJ) e a Companhia Distribuidora de Gás do Rio (CEG), que prevê multa de R$ 100 mil para cada explosão de bueiro na cidade. Acordo semelhante já havia sido firmado pelo MP-RJ, e homologado pelo juiz, com a concessionária de energia elétrica Light.

, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2011 | 00h00

No TAC, a CEG se compromete a realizar, causando os menores transtornos possíveis à população, obras de manutenção e renovação nas redes de gás canalizado no prazo de 12 meses. Além disso, a empresa terá de duplicar o número de inspeções previstas em seu Programa de Monitoramento da rede de distribuição no centro e de Copacabana, na zona sul.

O TAC foi homologado em 3 de agosto, mas a informação só foi divulgada anteontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.