Parentes de vítimas de acidentes fazem passeata hoje

Familiares de vítimas de acidentes de trânsito recentes, como o do administrador Vitor Gurman, que morreu após ser atropelado por um Land Rover na Vila Madalena, zona oeste, e de Míriam e Bruna Baltresca, mãe e filha que morreram ao serem atingidas por um carro na frente do Shopping Villa-Lobos, também na zona oeste, farão hoje um protesto contra a violência no trânsito e contra a impunidade para motoristas embriagados que provocam essas batidas.

O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2011 | 03h03

O ato está marcado para as 10h, na Avenida Arruda Botelho, 255, na frente do Colégio Santa Cruz, em Alto de Pinheiros. O organizador da passeata é o palestrante Rafael Baltresca, de 31 anos, filho e irmão das vítimas do shopping. Ele espera reunir pelo menos 500 pessoas, entre elas familiares de vítimas de outros acidentes, que deverão vestir branco. A passeata está sendo organizada pelo Facebook.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.