Parede falsa de banheiro dava acesso a jogatina na zona leste de SP

Com sistema de monitoramento por câmeras, jogatina foi invadida pela PM após um dos policiais, à paisana, se passar por cliente

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

16 Julho 2011 | 02h06

SÃO PAULO - Um bingo clandestino reinstalado em um dos imóveis da Avenida Amador Bueno da Veiga, na Vila Esperança, região da Penha, zona leste de São Paulo, foi alvo mais uma vez de policiais militares da 3ª Companhia do 51º Batalhão após uma denúncia anônima no final da noite de sexta-feira, 15.

 

Segundo a Polícia Militar, que conseguiu entrar na jogatina por meio de um policial à paisana que fingiu ser um dos clientes, após passar por três portas de aço, o frequentador tinha acesso ao salão das máquinas de videobingo pelo banheiro. "No banheiro, há uma parede falsa, inclusive com azulejo. A pessoa empurra e tem acesso ao local das máquinas. Essa não é primeira vez que o nosso pessoal estoura um bingo neste mesmo sobrado", afirmou o tenente PM Leonardo Lopes.

 

No sobrado, que também dispõe de um sistema de monitoramento por câmeras internas e externas, os policiais encontraram 50 máquinas de videobingo e 43 pessoas, entre elas uma funcionária. O caso foi registrado no 10º Distrito Policial, da Penha. Os detidos foram liberados após passarem pela delegacia e podem ser intimados a depor perante o juiz após o encaminhamento do inquérito aberto pela Polícia Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.