Parede de sobrado desaba sobre três pessoas na Lapa

Por segurança, bombeiros demoliram o restante da parede que ameaçava cair

Bruno Lupion, do estadão.com.br

31 Março 2010 | 08h14

 

SÃO PAULO - Parte da parede de um sobrado desabou na noite desta terça-feira, 30, de uma altura de sete metros, em cima de dois homens e uma mulher que aguardavam o ônibus na Lapa, zona oeste da capital.

 

Os homens, de 35 e 45 anos, entre eles um policial militar à paisana, sofreram ferimentos leves. A mulher, de 21 anos, teve fratura exposta do fêmur e foi encaminhada à Santa Casa, segundo os bombeiros.

 

O acidente ocorreu por volta das 23h15, na Rua João Pereira, 277, esquina com a Rua Clemente Álvares. As vítimas estavam no ponto final da linha 310 da EMTU, Lapa-Colinas de Anhanguera, operada pela Viação Urubupungá.

 

Segundo vizinhos, no andar térreo do sobrado há uma residência e uma loja e, no piso superior, uma agência de empregos.

 

Os bombeiros foram chamados e demoliram, por segurança, o trecho da parede que ameaçava cair. Segundo o tenente Mateus, a Defesa Civil do município deve avaliar nesta quarta-feira, 31, as condições do sobrado e decidir sobre a necessidade de interdição.

Mais conteúdo sobre:
desabamento Lapa São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.