'Parecia que tinha desabado o céu'

Vizinha de academia que explodiu em São Bernardo conta que estrondo causou pânico

William Castanho, O Estado de S. Paulo

17 Maio 2014 | 14h52

A doceira Maria Helena Martins, de 51 anos, que mora a poucos metros da academia que explodiu na manhã deste sábado, 17, em São Bernardo do Campo, trabalhava em casa quando ouviu o barulho. "Parecia que tinha desabado o céu. Na hora, o povo começou a correr para a rua com medo. Isso aqui virou uma praça de guerra." Ela contou que ligou para uma vizinha cuja casa fica ainda mais perto da academia. "Era horário de aula de natação das crianças. Tinha muitas crianças, elas foram abrigadas na casa da minha amiga."

A professora de ensino fundamental Priscilla Koga, de 32 anos, disse que o estrondo causou pânico na vizinhança. "Tremeu minha casa inteira. Tremeu tudo num raio muito grande. Minha irmã que mora a duas quadras daqui também ouviu o barulho. Os vizinhos começaram a sair de casa e a bloquear as ruas, desviando os carros", contou. Priscilla também relatou que havia muitas crianças no local na hora do acidente.

Mais conteúdo sobre:
São Bernardo do Campo academia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.