Parece velho, mas é novo em folha

Com design de modelos que marcaram época e tecnologia moderna, o telefone fixo volta a ter destaque na decoração

VALÉRIA FRANÇA, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2011 | 03h04

Depois das geladeiras e dos fogões retrôs, chegou a vez dos telefones fixos. Eles voltam à cena com o design de aparelhos que fizeram sucesso no século passado. Há até modelos inspirados em telefones da década de 1920.

A advogada Paula Richter, de 35 anos, que adora peça de design, escolheu um modelo de parede que é uma releitura dos anos 1980. Nas teclas foram estampados números gigantes. Os modelos que chamam mais atenção, porém, são as réplicas - que, de longe, parecem peças de antiquário -, desenvolvidas com materiais modernos, leves e funcionais. "Ao contrário do aparelho antigo, adquirido em antiquário, o novo funciona", diz Fábio Cerresi, vendedor da Studio Two, loja que reúne várias réplicas, no Shopping Iguatemi, nos Jardins, zona sul de São Paulo. "Eles têm tecnologia compatível com a atual."

Até em papelarias mais descoladas esses aparelhos podem ser comprados, por a partir de R$ 180. Na internet também há muita oferta e modelos surpreendentes. O site bouf.com, que entrega no Brasil, tem um aparelho dos anos 1990 para ser acoplado no iPhone.

Abaixo, selecionamos alguns dos aparelhos que marcaram época e estão de volta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.