Para Sindicato dos Metroviários, falhas são comuns e falta pessoal

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo classificou o incidente de ontem na Linha 3-Vermelha como falha técnica normal, recorrente em todas as linhas. Segundo a entidade, os problemas em portas, que desencadearam os incidentes e paralisaram todo o ramal, são comuns e facilmente solucionáveis. Mas os sindicalistas reclamam que o aumento da demanda que levou o Metrô a bater novo recorde de público no dia 3, com 3,794 milhões de pessoas transportadas, não foi acompanhada pelo aumento de pessoal. Hoje a empresa tem cerca de 8,7 mil funcionários.

Eduardo Reina, O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2010 | 00h00

"Seria importante ter mais gente no quadro de segurança. Com mais funcionários, os passageiros poderiam ser direcionados quando ocorreu todo o problema, ajudariam na evacuação das composições", afirma Altino de Melo Prazeres Júnior, eleito na semana passada e que assumirá no dia 6 de novembro.

Já Benedito Barbosa, da atual gestão, acredita que é necessário mais 30% de pessoal para que a qualidade dos serviços prestados chegue ao ideal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.