Para polícia, crimes são pontuais, mas preocupam

O delegado titular do Guarujá, Cláudio Rossi, disse ter prendido na quinta-feira dois homens acusados de assaltar uma residência na Praia da Enseada, um deles menor de idade. O crime ocorreu no feriado de Nossa Senhora Aparecida. Ambos foram reconhecidos pelas vítimas. Segundo Rossi, o bairro Jardim Virgínia, localizado na mesma praia, é o mais visado por ladrões, junto com as mansões da Praia de Pernambuco.

, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2010 | 00h00

"Os roubos a residências nos preocuparam nos últimos dias, mas já prendemos duas pessoas", afirmou.

Rossi explicou que no feriado e na temporada de verão ladrões escolhem pessoas que estão chegando em casa e tirando as malas do carro. Ele considerou "pontuais" os últimos crimes, ocorridos em dias úteis.

Na avaliação do delegado, grupos se aproveitam para roubar em ruas que têm muitas casas de temporada, que estão sem movimento. "É a oportunidade e são pessoas daqui e não de fora."

Segundo a Polícia Militar, para cada época do ano há ações específicas para aumentar a segurança. Em feriados prolongados, quando aumenta a população no Guarujá, ocorre o reforço do policiamento e o desenvolvimento de operações especiais.

Além disso, durante a temporada de verão, é feito um planejamento para todo o litoral, com reforço de tropas, incluindo unidades especializadas como a Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), a Cavalaria e o Canil, além dos helicópteros.

O Comando da PM na região já está participando de reuniões estratégicas para definir esse apoio operacional, que será de 350 policiais militares no Guarujá no verão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.