Para polícia, bando é suspeito de ação violenta no Paraíso

O modo de ação violento, o uso de algemas e de silver tape para amordaçar vítimas e o tipo de armamento apreendido fizeram os investigadores do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) desconfiar de que o bando preso ontem seja responsável pelo ataque ao edifício Monte Verde, no Paraíso, na zona sul de São Paulo. Ocorrido no dia 3, o roubo foi feito por ladrões que agiram com crueldade. Eles espancaram um juiz federal e seu segurança, um sargento do Exército, ameaçaram matar um bebê que chorava e bateram em uma estudante. / C.V.

O Estado de S.Paulo

09 Abril 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.