Para pacificar os corredores da Casa

BASTIDORES: Diego Zanchetta

DIEGO ZANCHETTA, O Estado de S.Paulo

02 Maio 2013 | 02h02

Os 55 funcionários da Câmara Municipal que estão livres do teto salarial são responsáveis por pareceres que atestam a legalidade dos projetos dos vereadores. A pressão do grupo sobre os líderes da Casa conseguiu isolar politicamente o ex-presidente José Police Neto (PSD), logo após a divulgação dos salários dos servidores na internet, em 2011. No ano seguinte, quando aplicou o teto, o ex-presidente chegou a ver seu corredor cercado por servidores indignados com holerites restritos a R$ 24 mil. O ato de ontem pacifica uma 'elite' poderosa do funcionalismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.