PARA LEMBRAR: salas de lata na rede pública

Medida inicialmente emergencial para colocar os alunos na rede de ensino, as escolas de lata, feitas em contêineres de metal ou aço galvanizado, com cobertura de telhas, surgiram na gestão Celso Pitta (1997-2000). As mais de 50 unidades que seriam provisórias acabaram se tornando permanentes e viraram, ao longo de alguns anos, tema de debates entre as gestões de Marta Suplicy (2001-2004) e José Serra-Gilberto Kassab (2005-2012). A petista acabou com dez unidades e Kassab, com 44.

O Estado de S.Paulo

17 Junho 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.