Para lembrar: Ceará foi pioneiro

O governo do Ceará foi o primeiro a estipular uma meta de alfabetização aos 7 anos, com o Programa Alfabetização na Idade Certa, criado em 2007. O programa, que conseguiu promover um salto do Estado no Índice do Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), inspirou o pacto federal, lançado pelo Ministério da Educação no ano passado. Lá, a alfabetização plena deve acontecer até os 7 anos, mas aos 6 anos, no fim do 1.º ano do fundamental, a criança já deve saber ler.

O Estado de S.Paulo

12 Julho 2013 | 02h04

"Precisa definir uma idade, que deve ser no máximo 7 anos. Porque, descobrir mais tarde que a criança não aprendeu, é mais difícil de recuperar", explica Maurício Holanda Maia, secretário adjunto de Educação do Ceará. O presidente do Conselho Nacional de Educação, José Fernandes de Lima, diz que não há choque entre metas estaduais e a federal, que estipula 8 anos. "O programa federal não impede que municípios ou Estados façam antes", diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.