Para lembrar: caso Aref motivou ação

Em maio do ano passado, a gestão Kassab iniciou apuração administrativa contra Hussain Aref Saab, que dirigiu o Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov) até abril, por suspeita de enriquecimento ilícito. Responsável pelo órgão entre 2005 e 2012, Aref acumulou em seu nome 125 imóveis. Além disso, o ex-diretor é réu em ação civil pública movida pela Promotoria de Habitação, por suposto favorecimento de construtoras na concessão de alvarás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.