Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Para evitar tumulto, Consulado dos EUA emite menos senhas

Muitos passaportes continuam retidos e sem que se divulgue onde estão, mas forma de atender turistas mudou

Valéria França, O Estado de S. Paulo

14 de dezembro de 2012 | 08h07

SÃO PAULO - Depois da confusão, e da invasão que levou a polícia a intervir quarta-feira,12, o Centro de Atendimento ao Solicitante de Vistos (Casv), no Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, teve um dia mais calmo na quinta. Mas os problemas de entrega do visto continuam, com passaportes retidos e o Consulado Americano sem conseguir informar ao certo onde foram parar os documentos. Os funcionários mudaram de atitude e estavam mais solícitos com os turistas, que procuraram o departamento para saber do passaporte.

Foi distribuído um número menor de senhas do que no dia anterior, o que diminuiu o tumulto. Na porta do Casv, foi colocado um funcionário, que procurava responder as dúvidas. No dia anterior, muitas perguntas haviam sido ignoradas. “Consegui descobrir que deram o visto, agora o Consulado Americano está rastreando meu documento ”, comemorava o engenheiro Henry A. 

Hymans, de 44 anos, que pretende embarcar no dia de Natal para a Disney, em Orlando. A um homem que estava na porta, com senha para às 16 horas - eram mais de 17 horas -, o funcionário explicava que o passaporte dele estava na relação da DHL e “faltava apenas encontrá-lo fisicamente”.

Poucos avanços.Informações não muito animadoras como esta fizeram o empresário Marcelo Prince, de 25 anos, perder as esperanças de embarcar nesta sexta para ver o jogo do Corinthians no Japão. “Meu voo tem escala nos Estados Unidos. Mas já entreguei a Deus.”

Milhares de passaportes estão retidos por causa do imbróglio judicial envolvendo a DHL - empresa contratada pelo Consulado para entregar os documentos. No dia 24 de outubro, ela foi proibida de exercer essa função, mas no dia 21 do mês passado a Justiça reconsiderou a medida.

Tudo o que sabemos sobre:
eua, passaporte, consulado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.