Para evangélicos, pastor do vôo 3054 teve visão do acidente

Em 'encontro com Deus', ele teria visto campo de batalha e corpos mutilados

Marcelo Auler, do Estadão,

21 de julho de 2007 | 20h25

Mais de dois mil evangélicos reuniram-se na manhã deste sábado na única igreja Assembléia de Deus da cidade de Guaíba, na região metropolitana de Porto Alegre, para a despedida do pastor Luiz Antônio Rodrigues da Luz, de 43 anos, uma das vítimas do acidente com o vôo 3054 da TAM.  No culto realizado antes do enterro, o que mais foi lembrado pelos oradores que se revezaram ao microfone, foi "a visão" que Luiz Antônio diz ter tido em abril deste ano, ao "encontrar-se com Deus". O fato foi narrado pelo próprio Luiz Antônio em um congresso dos "gedeões missionários" na cidade de Camboriú, em Santa Catarina, ainda em abril.  O relato dá conta que em um momento de oração, ele esteve com Deus, tendo visto de longe a Terra e identificado a sua igreja no município de Ivoti (RS). Em seguida, o pastor contou ter visto um campo que parecia de batalha com corpos mutilados envolvidos por lonas pretas. Luiz Antônio, que é considerado pelos seus pares "o príncipe dos pastores no Rio Grande do Sul", já gravou mais de 300 DVDs com pregações. Sua fama atraiu pastores e representantes da igreja de diversos estados para o velório, que começou na sexta-feira na sua igreja em Ivoti, com participação de cerca de 7 mil pessoas, e terminou ontem em Guaíba. Foi nesta cidade que Luiz Antonio começou sua vida religiosa, ainda aos 13 anos.  Segundo um soldado da Polícia Militar, mais de mil pessoas, distribuídas em cinco ônibus e dezenas de carros, acompanharam o cortejo que, ao meio-dia de ontem, deixou Ivoti com direção a Guaíba, cidade na qual o caixão com o corpo do pastor ingressou em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros. O pastor foi para São Paulo no vôo da TAM em busca de uma conexão para Vitória (ES), de onde partiria para cidade de Conselheiro Pena, em Minas Gerais, para mais uma das muitas conferências que fazia nas convenções de pastores da Assembléia de Deus. Luiz Antonio deixou mulher, dois filhos, de 22 e 19 anos, e uma filha de 16 anos.

Mais conteúdo sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.