Para especialista, anistia será vitrine eleitoral em 2012

Para o cientista político Marco Antonio Teixeira, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), há relação entre a decisão de dar o alvará e as próximas eleições. "O projeto estava em discussão desde 2008 e só é votado agora, um ano antes da eleição. É inadmissível a espera de todo esse tempo para votar a proposta."

O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2011 | 03h05

Ele acredita que a anistia deverá se transformar em vitrine eleitoral de vereadores e, principalmente, do prefeito Gilberto Kassab - que tentará eleger sucessor pelo PSD. "E podemos esperar, no próximo ano, grande pacote de obras do Executivo."

Na Câmara, parlamentares admitiram os benefícios da aprovação. "O projeto será muito bom para a Casa", disse José Américo (PT). "Os vereadores tinham demanda grande de pedidos de pequenos comerciantes que queriam se regularizar." Para ele, a proposta reflete essa "necessidade" da população. / D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.