PARA ENTENDER: faltas atingem Estado de SP

Na rede estadual de São Paulo, o número de falta de professores também é alto. No ano passado, cada um dos 230 mil professores da rede faltou, em média, 21 dias de aulas usando licença saúde. Se contabilizados os 6 dias extras de faltas abonadas que têm direito, a quantidade de ausências por ano chegou a 27 dias. Os números, obtidos pelo Estado em abril, representam uma amostra das ausências durante os meses de março a agosto de 2012. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo gasta cerca de R$ 67 milhões por mês para suprir as ausências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.