Para Dilma, crítica de Cardozo expressou 'uma realidade'

Bastidores: Vera Rosa e Tânia Monteiro

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2012 | 02h05

A presidente Dilma Rousseff avaliou que Cardozo expressou uma realidade ao afirmar que as condições dos presídios ferem os direitos humanos. Mas cobrou maior destaque para as ações do governo federal no auxílio aos Estados.

No Palácio do Planalto, auxiliares da presidente Dilma consideraram "inoportunas" as declarações de Cardozo, dadas um dia após o ex-chefe da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares serem condenados a penas de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Cardozo é da corrente "Mensagem ao Partido", que faz oposição a Dirceu no PT. O ministro afirmou, porém, que suas observações sobre os presídios "nada têm a ver com o julgamento". Dilma também não viu relação entre um fato e outro. Apenas pediu ao ministro que lembrasse as iniciativas do Planalto para ajudar os Estados nessa seara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.