Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

Papa Francisco nomeia dois novos bispos auxiliares para SP

Os padres Devair Araújo da Fonseca e Eduardo Vieira dos Santos vão substituir dom Tarcísio Scaramussa e dom Milton Kenan Júnior 

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S. Paulo

10 Dezembro 2014 | 12h34

SÃO PAULO - O papa Francisco nomeou dois novos bispos auxiliares para a Arquidiocese de São Paulo, a maior do Brasil. O anúncio foi feito pelo arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer, na Catedral da Sé, na região central da capital paulista, na manhã desta quarta-feira, 10. 

Os padres Devair Araújo da Fonseca e Eduardo Vieira dos Santos têm ordenação episcopal marcada para os dias 1º e 7 de fevereiro de 2015, respectivamente. Eles substituirão dom Tarcísio Scaramussa e dom Milton Kenan Júnior, nomeados respectivamente bispo coadjutor de Santos e bispo diocesano de Barretos.

O padre Eduardo Vieira, de 49 anos e natural de Bom Sucesso, no Paraná, tem formação ligada ao clero da Arquidiocese de São Paulo e é mestre em Direito Canônico pela Pontíficia Universidade Lateranense, em Roma. Ele deixa a cura da Catedral Metropolitana da Sé e o cargo de chanceler do Arcebispado para ocupar o posto de titular de "Bladia". 

Já o padre Devair Araújo, de 46 anos, nasceu em Franca, no interior paulista, onde teve formação junto ao clero diocesano da cidade e é mestre em Teologia Dogmática pela Pontíficia Universidade Gregoriana, em Roma. Ele era pároco da Paróquia São José e será titular de "Uzali".

Araújo disse ter recebido a notícia com um misto de "temor e alegria". "O temor me faz pensar em minhas fraquezas. Mas com alegria, recordo a graça de Deus presente em minha vida", escreveu em carta de agradecimento divulgada pela Arquidiocese. 

Para Vieira, a notícia veio com "surpresa e alegria". "Surpresa porque é uma grande graça de Deus na minha vida. Alegria porque amo ser padre, amo a Igreja, amo o povo que sirvo com o meu ministério sacerdotal", declarou em mensagem aberta a fiéis. 

O arcebispo Odilo Scherer disse que a nomeação chega em boa hora e pediu uma boa recepção dos fiéis aos novos bispos. "Convido todos a rezarem pelos novos bispos, agora nomeados, pedindo que o Espírito Santo os ilumine, conduza e fortaleça no exercício de sua missão", disse Scherer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.