Pane da Telefônica deixa serviços de emergência fora do ar

Samu e combeiros foram afetados por cerca de 20 minutos nesta manhã; atendimento já está normalizado

Ítalo Reis e José Maria Tomazela, estadao.com.br e O Estado de S.Paulo

09 Junho 2009 | 14h31

Os telefones de serviços de emergências, como o do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Corpo de Bombeiros, e básicos também foram afetados com a pane no sistema da Telefônica nesta terça-feira, 9. A empresa que atende a todo o Estado de São Paulo informou em nota que a pane foi detectada às 9h e também atingiu serviços 0800 e call centers.

 

Veja também:

linkTelefônica vai ressarcir clientes afetados por pane

linkPane na Telefônica atinge telefones fixos e interubanos em SP

blogBlog do Link: Nem o site da própria empresa escapou e ficou fora do ar até as 11h

 

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, o serviço de Emergência (192), ficou sem atender ligações por cerca de 15 minutos. Neste período, a média de atendimentos seria de 80 ligações. Deste número, 40% representaria pedidos de urgência médica, segundo a secretaria.

 

O mesmo ocorreu em Sorocaba. A pane na rede de sinalização da Telefonica tirou do ar a central de regulação do Samu da cidade, no interior do Estado, no meio de vários atendimentos. Ligações que davam conta de pelo menos um acidente e de vários pedidos de ajuda médica foram interrompidas.

 

A pedido da Secretaria da Saúde de Sorocaba, foi montado um sistema alternativo com aparelhos celulares para dar suporte a serviços de emergência, como a solicitação de ambulâncias. A falha no sistema telefônico foi notada às 9h30 e perdurou cerca de uma hora.

 

O Corpo de Bombeiros também foi parcialmente afetado em São Paulo por conta da pane no sistema telefônico do Estado. Segundo a corporação, o atendimento através do 193 ficou sem atender entre 9h20 e 9h40. O número de atendimentos perdidos neste período não foi estimado pelos bombeiros. Em Sorocaba, os bombeiros disponibilizaram um número via rádio para o recebimento de chamadas de emergência.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o atendimento pelo 190, da Polícia Militar, também foi prejudicado. Já os serviços internos da Polícia Civil não chegaram a ser afetados por causa da pane. A pane atingiu também o comércio, as indústrias e o sistema bancário de Sorocaba, além dos assinantes residenciais, como ocorreu em todo o Estado. As unidades de saúde, escolas e atendimento ao público também foram afetadas.

 

Eletropaulo

 

O problema atingiu os telefones da AES Eletropaulo para emergências, atendimento aos clientes e ouvidoria. A empresa divulgou na manhã desta terça-feira que está atendendo provisoriamente pelo número (11) 3017-6220, até que o serviço seja normalizado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.