País entra para conselho de prova mundial

O Brasil passou nessa segunda-feira, 21, a integrar o Conselho Diretor do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), a avaliação internacional de educação feita a cada três anos pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O País será o primeiro não membro da OCDE a fazer parte do Conselho, em uma resposta à pressão brasileira por mudanças na metodologia de avaliação.

Lisandra Paraguassu / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2013 | 03h05

Aplicado hoje em 70 países, o Pisa é uma prova que avalia matemática, ciências e o domínio do idioma em jovens de 15 anos. Na última avaliação, divulgada em 2010, o País ficou em 53.º entre 65 países, mas foi o destaque por ter tido a maior evolução entre os avaliados em todas as edições da prova. Em português, a média brasileira subiu 19 pontos em três anos. Em matemática, a evolução foi de 16 pontos e, em ciência, de 15 pontos.

Mais conteúdo sobre:
Pisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.