Pai que viu morte do filho tem alta no hospital

TRAGÉDIA EM BRAGANÇA

, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2010 | 00h00

Técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fizeram nova perícia ontem nos destroços do avião Paulistinha que caiu e pegou fogo na segunda-feira em Bragança Paulista. Os resultados devem sair em seis meses. No acidente, morreram o instrutor Rafael Giacon Cunha, de 22 anos, e o aluno João Henrique Mendonça, de 18 anos, que ganhou o curso de presente de aniversário do pai, que assistiu à tragédia. Ele teve um ataque cardíaco. Internado no hospital, recebeu alta ontem e seguiu para o sepultamento do filho João Henrique, no fim da tarde, no cemitério de Guarulhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.