Honório Rocha
Honório Rocha

Raio cai em casa e fogo mata pai, filho e sobrinho em Arujá

Descarga elétrica causou incêndio; município é o oitavo de SP com mais incidência de raios

Júlia Marques, O Estado de S.Paulo

06 de março de 2019 | 20h16

SÃO PAULO - Um homem e duas crianças morreram depois que a casa onde estavam em Arujá, na Região Metropolitana de São Paulo, ter sido incendiada pela queda de um raio na tarde desta quarta-feira, 6. 

As vítimas são João Batista Alves dos Santos, de 40 anos, o filho dele, João Pedro Alves dos Santos, de 10, e o sobrinho Alan Soares dos Santos, de 12. 

Os três estavam em uma casa no bairro Parque Barreto, em Arujá, quando a residência foi atingida por um raio e pegou fogo. Moradores da região acionaram o Corpo de Bombeiros, que mandou quatro viaturas para o local. 

Segundo moradores da região, chovia pouco no momento da tragédia. 

O fogo foi contido. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o Instituto de Criminalística fez perícia no local. O caso foi registrado pela Delegacia de Arujá como morte suspeita e incêndio. 

Incidência

Arujá é o oitavo município paulista com a maior densidade de descargas elétricas, segundo estudo do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, lidera. 

Considerando todo o território brasileiro, as cinco cidades com maior incidência são Porto Real, Barra do Piraí, Valença e Rio das Flores, no Rio, e Juiz de Fora, em Minas Gerais. 

Chuvas

O Corpo de Bombeiros confirmou na tarde desta quarta a morte de uma pessoa em decorrência das chuvas de terça. A corporação disse que às 16 horas foi confirmado o óbito no Tremembé, na zona norte da capital. Com botes, equipes realizavam buscas desde o início da manhã.

Nesta quarta, também foram retomadas as buscas por um desaparecido na região de Embu-Guaçu. Bombeiros usaram um helicóptero para sobrevoar a área, mas até as 21 horas não havia sido divulgado o desfecho. 

A chuva voltou a causar estragos nesta quarta na capital paulista. Foram registrados 122 quedas de árvores, 31 desmoronamentos e deslizamentos de terra e 19 enchentes ou alagamentos apenas no início da noite, segundo o Corpo de Bombeiros.

Pelo menos dois córregos transbordaram, o Olaria e o Morro do S, na zona sul da cidade, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). Para quinta e sexta, a previsão é de calor, com temperaturas na casa dos 30ºC, e pancadas de chuva no fim da tarde. /COLABOROU MARCO ANTÔNIO CARVALHO

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.