Reprodução
Reprodução

Pai é preso após espancar filhos no interior de São Paulo

Um dos irmãos do garoto agredido fez vídeo da cena, que foi entregue para a polícia; acusado pode ser liberado

Solange Spigliatti, Central de Notícias

18 Maio 2011 | 14h56

SÃO PAULO - Edson Novaes Serino, de 39 anos, foi autuado em flagrante no último sábado, em sua casa, em Registro, no interior de São Paulo, após ser denunciado por um dos três filhos por espancar outros dois filhos menores.

 

Segundo o delegado João Amarildo, da Delegacia de Defesa da Mulher, o filho mais velho, de 17 anos, cansado de ver as agressões feitas pelo pai contra os irmãos menores, gravou em um celular os irmãos sendo espancados e entregou a gravação a um tio, por parte materna, que fez a denúncia.

 

No vídeo, Serino dá vários pontapés na região do abdômen da criança de 7 anos, que está deitada no chão. Ele, inclusive, pisa na costela do garoto. Um momento depois, ele pega o filho de 8 anos, que grita, e o arremessa no chão. Na tentativa de se proteger, o menino coloca os braços em volta da cabeça.

 

O pai das crianças, segundo o delegado, é considerado muito violento e tem várias passagens criminais. Por conta da violência, a mãe das crianças fugiu de casa, após também ser agredida constantemente. De acordo com o delegado, Edson é acusado de tentar matar o próprio pai.

 

O suspeito foi preso em flagrante por crime de violência doméstica e está detido na cadeia pública do município, mas pode ser liberado em breve, após pagamento de fiança no valor de R$ 1 mil, segundo Amarildo.

 

A agressão contra os meninos, de 7 e 8 anos, ocorreu sem motivo, enquanto crianças brincavam com frutas no jardim da casa, explica o delegado. As crianças foram encaminhadas para um abrigo pelo Conselho Tutelar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.