Pai e madrasta são condenados por esquartejar os dois filhos

O segurança João Alexandre Rodrigues, de 43 anos, e sua mulher, Eliana Aparecida Antunes Rodrigues, de 36, foram condenados por esquartejar os dois filhos dele, de 12 e 13 anos, em 2008. O julgamento terminou ontem no Fórum de Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. A pena do pai será de 67 anos e um mês de prisão. A madrasta foi condenada a 59 anos e 6 meses.

Marília Lopes, O Estado de S.Paulo

17 Dezembro 2010 | 00h00

Segundo o Ministério Público, Rodrigues asfixiou um dos filhos na sala enquanto o outro foi morto a facadas por Eliana. Os corpos foram esquartejados. Membros dos meninos foram jogados em sacos de lixo e descobertos por funcionários da limpeza pública.

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo informou que a defesa ainda pode recorrer da decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.