Pai de Isabella é transferido do 13º Distrito Policial

Alexandre Alves Nardoni deverá ir pra CDP de Guarulhos, após fazer exames no IML

da Redação, estadao.com.br

13 de maio de 2008 | 16h02

Alexandre Alves Nardoni foi transferido, na tarde desta terça-feira, 13, da cela onde estava preso, no 13º Distrito Policial (Casa Verde). Segundo as primeiras informações da Secretária de Segurança Pública, o pai da menina Isabella, morta no dia 29 de março, deverá ser levado ao Centro de Detenção Provisória de Guarulhos, na Grande São Paulo. Até às 16 horas, ele passava por exame no Instituto Médico Legal (IML).   VEJA TAMBÉM Justiça mantém pai e madrasta de Isabella na prisão Veja a íntegra da decisão sobre a liminar Imagens da prisão do casal  Leia a conclusão da Justiça sobre o inquérito Fotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella     Na segunda-feira, o delegado do 13º DP, Reynaldo Peres afirmou que havia entrado com o pedido de transferência de Alexandre na Justiça, por questões de segurança. Segundo ele, os outros não queriam o pai de Isabella por perto.   Com Anna Jatobá, aconteceu a mesma coisa. Ela estava detida no Presidiário Feminino Sant'Anna, no Carandiru, mas devido às ameaças das outras presidiárias. Ela foi levada para o Presídio Feminino de Tremembé, no interior de São Paulo, onde Suzane Richthofen, condenada pela morte dos pais, está presa.   Habeas-corpus   O desembargador Caio Canguçu de Almeida, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado, negou, o pedido de habeas-corpus em liminar do casal Alexandre Alves Nardoni e Anna Carolina Trotta Jatobá. O mérito do pedido deve ser analisado por outros dois desembargadores do TJ-SP, na Câmara de Julgamento, e pode entrar na pauta de julgamento na próxima terça-feira.   A defesa do casal deve recorrer da decisão. Marco Polo Levorin, um dos advogados de Alexandre e Anna Jatobá, admitiu que cogita recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), antes mesmo da reunião da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), na próxima terça-feira.   Texto ampliado às 16h20

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.