Padre dirige bêbado outra vez e está internado em estado grave

Ex-diácono conhecido por cometer infrações graves de trânsito em São José do Rio Preto causou [br]acidente em estrada

Chico Siqueira, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2011 | 00h00

ESPECIAL PARA O ESTADO

ARAÇATUBA

Detido diversas vezes por dirigir embriagado e causar acidentes em São José do Rio Preto (440 km de São Paulo), o padre Aparecido Donizete Bianchi, de 52 anos, está internado em estado grave, vítima de outro acidente causado por dirigir alcoolizado. Bianchi corre risco de morte, está em coma induzido e respira por aparelhos.

Ele ia para uma festa na cidade de Planalto, para onde foi transferido em abril de 2010 após ocorrências policiais, quando perdeu o controle do Gol que dirigia e bateu de frente em um caminhão-guincho. O caminhoneiro nada sofreu. O padre estava com a CNH suspensa. Segundo a polícia, havia latas de cerveja no carro. O padre também é acusado de pegar R$ 20 em mercadorias na loja de conveniência de um posto de combustíveis e sair sem pagar. A Diocese de Rio Preto deve se manifestar hoje.

Em 2006, Bianchi foi condenado a dois anos de prisão por dirigir embriagado, desacatar e tentar subornar policiais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.