Padre condenado por dirigir embriagado e atropelar motociclistas é detido de novo

BEBIDA E DIREÇÃO

, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2010 | 00h00

Condenado pela Justiça por embriaguez ao volante e indiciado em três inquéritos por infrações de trânsito, dirigir embriagado, atropelar dois motociclistas e fugir sem prestar socorro, o padre Aparecido Bianchi, de 52 anos, de São José do Rio Preto (SP), foi detido mais uma vez pela polícia, sob acusação de dirigir embriagado. Desta vez, o padre foi parado por patrulheiros rodoviários na tarde de domingo, no km 98 da BR-153, em José Bonifácio (SP), quando dirigia em ziguezague, a ponto de causar um acidente. Bianchi, que estava sem carteira, apreendida depois de atropelar dois motociclistas em agosto de 2009, se recusou a fazer o exame do bafômetro, mas se submeteu a exame de dosagem alcoólica no distrito policial. O religioso alegou que havia rezado três missas e tomado um cálice de vinho por missa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.