Paciente psiquiátrico mata auxiliar de enfermagem em SP

Doente teve um surto durante atendimento e atacou a vítima com uma faca, em Sorocaba; agressor foi colocado sob custódia

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

07 Julho 2016 | 17h40

SOROCABA - Um auxiliar de enfermagem foi morto com uma facada por um paciente com transtornos psiquiátricos durante o atendimento, nesta quinta-feira, 7, em Sorocaba, interior de São Paulo. O profissional, de 28 anos, trabalhava no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e já havia tratado do agressor, morador do bairro do Éden, em outras ocasiões, na casa dele. 

O paciente é atendido por um programa de desinternação de doentes mentais, que já resultou na desativação de hospitais psiquiátricos na região.

De acordo com a Polícia Civil, o doente teria entrado em surto durante o atendimento. Ele trancou o cômodo em que era atendido e desferiu um golpe de faca no peito da vítima. O auxiliar de enfermagem foi socorrido por uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e morreu depois de chegar ao hospital. 

O agressor foi detido e colocado sob custódia. O crime será investigado pela Polícia Civil.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Polícia Civil Samu

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.