Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Pacaembu, Angélica e mais 3 vias de SP têm velocidade reduzida

A partir desta segunda-feira, motoristas terão de trafegar a 50km/h; em trecho da Angélica, velocidade máxima permitida será de 40km/h

O Estado de S. Paulo

17 de agosto de 2015 | 10h56

SÃO PAULO - A partir desta segunda-feira, 17, começa a valer na capital paulista o novo limite de velocidade para motoristas que circulam pela Avenida Angélica, no centro, Avenida Nadir Dias de Figueiredo, na zona norte, Avenida Doutor Abraão Ribeiro, Avenida Pacaembu e Rua Major Natanael, na zona oeste. 

A velocidade permitida nestas vias caiu de 60km/h para 50km/h, em medida do Programa de Proteção à Vida, que prevê a redução dos acidentes viários. 

No caso da Avenida Angélica, a velocidade máxima será de 40km/h entre a Rua Baronesa de Itu e a Rua Barra Funda. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a redução no trecho é necessária por causa do movimento de estudantes e da quantidade de pedestres que vão à estação Marechal Deodoro do Metrô. 

A Prefeitura de São Paulo vai padronizar a velocidade máxima de 50 km/h em todas as avenidas da capital, ou seja, as vias arteriais que fazem ligações entre bairros, têm semáforos e dão acessos a ruas secundárias. Os motoristas passarão a trafegar com o mesmo limite dos ônibus nas faixas exclusivas. 

Sinalização. O Estado havia adiantado que, para evitar confusão, a Prefeitura de São Paulo garantiu que, três dias antes de reduzir a velocidade de qualquer rua da cidade, vai adotar duas medidas: sinalizar com faixas as vias que passarão pela mudança e enviar comunicado à imprensa divulgando os endereços com os novos limites. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.